9 de Novembro de 2014

Brick de atum com legumes


1 embalagem de massa brick
Espinafres
Alho-francês
2 ou 3 latas de atum
Tomate
Salsa q.b.
Sal pimenta q.b.


  1. Alourar o alho-francês, os espinafres (frescos ou congelados) e o tomate num pouco de azeite.
  2. Retirar para uma taça, escorrendo bem (pois o recheio a colocar na massa tem de estar o mais seco possível).
  3. Escorrer bem o atum do óleo (ou da água, se for atum ao natural), e desfazer as lascas com a ajuda de um garfo.
  4. Juntar o atum com os legumes salteados, e temperar com sal e pimenta.
  5. Acrescentar a salsa picada.
  6. Partir a massa por 5, e dividir o recheio pelo meio dos pedaços de massa.
  7. Fechar a massa em forma de trouxinhas.
  8. Levar ao forno a 180ºC até a massa ganhar côr.

A  receita original, publicada na revista “Saúde à Mesa” n.º 35 não era usado alho-francês, mas sim cebola e alhos picados. 
Como costumo comprar esta massa brick, que é apenas uma folha com 1,5 m de comprimento e que se corta no tamanho desejado, se usarem das embalagens de massa brick de folhas individuais (normalmente trazem entre 8 a 10 folhas) podem usar 2 folhas por porção de recheio.



25 de Outubro de 2014

Dia Mundial da Massa - World Pasta Day



Hoje celebra-se o Dia Mundial da Massa (criado pelo Congresso Mundial de Massa em 1995), no qual por todo o mundo se celebra aquela delícia culinária que é a massa não levedada moldada em pequenas formas engraçadas e fervidas para produção de massas alimentícias. 

Um alimento básico da culinária italiana - o primeiro oficialmente referenciado na Sicília, em 1154 - a massa é um dos alimentos favoritos consumidos em todo o mundo 

Existem mais de 600 formas de massas conhecidas, e os seus nomes são relativos e descritivos das suas formas.


13 de Outubro de 2014

Geleia de marmelo




Cascas e pevides de marmelo
Água q.b.
Açúcar q.b.




  1. Ao descascar os marmelos para fazer marmelada, guardam-se as cascas e a parte junto às pevides para fazer a geleia.
  2. Colocam-se as cascas e pevides num tacho ou panela grande, e enche-se com água só até cobrir as cascas.
  3. Leva-se ao lume pelo menos durante 1 hora, ou até a água ganhar côr suficiente.
  4. Retira-se do lume, e coa-se o líquido para outro recipiente, e pesa-se essa quantidade de líquido.
  5. Conforme o peso obtido, faz-se a proporção de 1 kg de açúcar para cada 1kg de líquido.
  6. Voltar a levar ao lume o líquido com o açúcar, entre 30 a 45 minutos, até se obter “ponto de estrada”.
  7. Colocar a geleia ainda quente em frascos e fechar bem.



Como podem ver pela data na etiqueta, esta foi a geleia que fiz no ano passado, mas em breve farei mais, pois a época dos marmelos já começou...