21 de março de 2015

Peitos de frango estufados com tomate e azeitonas





5 peitos de frango
Cebola picada
1 chávena de alho-francês em rodelas
2 dentes de alho
2 tomates
1 copo de vinho
1 copo de água ou caldo
½ chávena de azeitonas em rodelas
1 colher (sobremesa) de amido de milho
Manteiga de alho q.b.
Folhas de mangericão
Sal e pimenta q.b.
 
  1. Temperar os peitos de frango, com o sal e pimenta.
  2. Na panela de pressão, pôr um pouco de azeite, cobrir com a cebola, o alho-francês, o alho picado, tomate cortado em cubos e algumas folhas de mangericão picadas.
  3. Por cima dos legumes, colocar os peitos de frango e regar com o vinho branco e a água ou caldo.
  4. Fechar a panela de pressão, e levar a cozer entre 8 a 10 minutos.
  5. Depois de retirar a pressão, retirar os peitos para um tabuleiro de forno, e pincelá-los com manteiga de alho levemente derretida.
  6. Levar ao forno alguns minutos só para alourar.
  7. Num pouco de molho da panela, dissolver o amido de milho, e juntar ao resto do conteúdo da panela, levando de novo ao lume para engrossar o molho.
  8. Depois de desligar a panela, juntar as azeitonas.
  9. Servir o frango com o molho e arroz branco.


Cá em casa, os peitos de frango desossados e sem pele normalmente tinham como destino servirem para panados, pois normalmente em alternativa calha-me a mim o peito de frango quando se faz frango assado, enquanto que os restantes comensais preferem as outras partes do animal.

Depois de ter lido algumas receitas feitas com peitos de frango, resolvi experimentar e fiz umas adaptações criando esta receita, e que pelos vistos ficou ao agrado dos daqui de casa.



10 de março de 2015

Pêra em fondant de chocolate



 

3 ovos
125 gr manteiga
150 gr de chocolate em barra
50 gr de açúcar
50 gr de amêndoa moída
25 gr de farinha
5 pêras



  1. Numa taça, partir os pedaços de chocolate em pedacinhos, e levar a derreter, juntamente com a manteiga, em banho-maria.
  2. À parte, bater os ovos com o açúcar até dobrarem de volume.
  3. Envolver aos poucos o chocolate nos ovos até ficar homogéneo.
  4. Finalmente, juntar a farinha e a amêndoa ralada à mistura.
  5. Descascar as pêras, e com a ajuda de um descaroçador tirar a parte central das pêras.
  6. Em taças ou ramequins próprios para ir ao forno, dividir a mistura de chocolate por cada uma.
  7. No meio de cada taça, colocar as pêras.
  8. Levar ao forno a 180ºC (calor circulante) durante 10 minutos.


Para esta sobremesa, convém que as pêras estejam um bocadinho menos maduras, pois vão ao forno cozer.
Tive a ideia desta receita depois de ter visto uma semelhante, mas usando pêssego, e como tinha estas pêras que eram um bocadinho rijas resolvi alterar a fruta usada na receita.


5 de março de 2015

Bolinhos redondos de pescada





1 ovo
400 gr de pescada (sem pele e sem espinhas)
1 cebola
3 colheres (sopa) de farinha de milho
1 colher (chá) de caril
1 colher (chá) de curcuma
1 colher (sopa) de molho de soja
1 dente de alho
Salsa picada q.b.





  1. Numa picadora, picar a pescada com o alho.
  2. Picar a cebola e alourar com um fio de azeite, e deixar arrefecer.
  3. Acrescentar na picadora a farinha de milho, o molho de soja, o caril, a curcuma, o ovo e a cebola, para que a mistura fique homogénea.
  4. Juntar a salsa picada.
  5. Com a ajuda de um aro, moldar os bolinhos, e levar a cozinhar numa frigideira com pouco azeite (cerca de 2 ou 3 minutos de cada lado) em lume brando.


Vi pela primeira vez esta receita no blog “Sweet my Kitchen”, e passou logo para a minha lista de receitas a fazer.

Como não tenho Bimby (sim, é verdade, ainda existem pessoas como eu!) e também não tinha em casa alguns dos ingredientes da receita original, resolvi dar a volta à coisa e adaptei a receita, que ficou igualmente deliciosa e que todos gostaram.



2 de março de 2015

Tarte de papaia e banana



 

1 embalagem de gelatina de papaia
2 bananas
1 chávena de flocos de aveia
½ chávena de nozes
½ chávena de amêndoa
80 a 100 gr de manteiga


  1. Na picadora, picar as nozes, as amêndoas e os flocos.
  2. Derreter a manteiga ligeiramente e envolver na mistura anterior.
  3. Espalhar a mistura numa fôrma ou pyrex, de modo a cobrir bem o fundo e os lados.
  4. Levar ao frigorífico (ou até mesmo ao congelador) para consolidar a base da tarte.
  5. Com a ajuda de um garfo, pisar bem a banana até se formar um puré.
  6. Levar a ferver 125 ml de água, e depois dissolver nela a gelatina.
  7. Juntar o puré de banana, envolvendo bem para que fique homogéneo.
  8. Colocar a mistura de gelatina sobre a base, e levar de novo ao frigorífico até prender.

Eu já referi aqui que sou adepta das gelatinas de origem vegetal, pois gelificam muito mais depressa que as de origem animal, e também mais saudáveis. Tinha então comprado esta gelatina de papaia, mas ainda não tinha experimentado o sabor, e entretanto lembrei-me desta receita de tarte de papaia com banana (feita com papaia fresca), e pensei porque não adaptá-la?   

Nos ingredientes não indico um valor certo de manteiga (eu uso sempre margarina de soja) porque a gordura natural das nozes e amêndoas também ajudam a ligar a mistura, sendo que dentro destas oleaginosas há as que apresentam mais gordura que outras.