13 de abril de 2015

cheesecake de sopapillas e maçã




 

1 embalagem de massa folhada quadrada
250 gr de queijo quark magro
2 maçãs pequenas
¼ chávena de açúcar (para o creme)
¼ chávena de açúcar (para polvilhar)
1 colher (chá) de baunilha
1 colher (chá) de canela (para a maçã)
1 colher (chá) de canela (para polvilhar)
1 colher (sopa) de manteiga derretida


  • Estender a massa folhada, e cortar metade.
  • Numa fôrma quadrada, forrar o fundo com uma das metades da massa folhada.
  • Numa taça, misturar o quark com o açúcar e baunilha, para formar o creme.
  • Espalhar o creme por cima da massa folhada.
  • Ralar as maçãs, e espalham-se por cima do creme, polvilhando com canela.
  • Pegar na outra metade da massa folhada e estender por cima da maçã, de modo a que fique totalmente coberta.
  • Pincelar a massa folhada com a manteiga derretida.
  • Misturar o açúcar e a canela, e polvilhar a superfície da massa folhada.
Levar ao forno durante 25 a 30 minutos, a 175ºC.
Deixar arrefecer, podendo-se colocar no frigorífico até à altura de servir.




Um dia destes cruzei-me com esta sobremesa, da qual nunca tinha ouvido falar, mas na sua versão simples, ou seja, sem a maçã.

Normalmente as sopapillas são servidas com morangos ou framboesas e chantilly a acompanhar, mas ao pesquisar esta receita, deparei-me com a versão de maçã e resolvi experimentar.
Como sempre, resolvi adaptar a receita, alterando as quantidade de açúcar e queijo que originalmente levam, porque só tinha 1 embalagem de quark e porque achei que não ficaria mal levar metade do açúcar, ficando mais saudável. 

E depois de provar não me enganei, pois a crosta de manteiga, açúcar e canela é o que dá o apontamento mais doce à sobremesa, e se tivesse levado as quantidades originais tinha ficado doce demais... pelo menos para o meu gosto e dos de cá de casa!

10 de abril de 2015

Bolinhos de anjo com creme de mascarpone e morangos





6 claras
100 gr de farinha com fermento
100 gr de açúcar em pó
¾ colher (chá) de cremor tártaro
1 colher (chá) de baunilha
½ colher (chá) de sal


Cobertura

125 gr de mascarpone
1/3 chávena de açúcar em pó
Raspa de ½ limão
¼ colher (chá) de baunilha
1 chávena de morangos em pedaços





  1. Bater as claras com uma batedeira, juntamente com o cremor tártaro e o sal.
  2. Num recipiente, misturar a farinha com o açúcar em pó e a baunilha.
  3. Aos poucos, envolver a mistura anterior com as claras com a ajuda de uma vara de arames.
  4. Colocar em formas, e levar ao forno entre 20 a 25 minutos a 160ºC.
  5. Para a cobertura, bater o mascarpone com o açúcar, a raspa e a baunilha.
  6. Servir o creme por cima dos bolos depois de arrefecerem, e decorar com os morangos.



Inspirei-me nesta receita de cupcakes, mas fi-la em fôrmas de tarteletes e alterei a receita da cobertura, ficando um creme mais “liquido” do que as coberturas cremosas de um normal cupcake. 



5 de abril de 2015

Pão-de-Ló de Páscoa



 

15 ovos
250 gr de açúcar
100 gr de farinha com fermento

  1. Num recipiente grande, bater com a ajuda da batedeira, as gemas com o açúcar até dobrarem de volume e o creme se apresentar bem fôfo.
  2. Aos poucos adicionar a farinha, misturando bem.
  3. Bater as claras em castelo bem firme.
  4. Juntar aos poucos, e envolvendo bem na mistura com a ajuda de uma vara de arames.
  5. Numa fôrma grande (28 cm) forrada com papel vegetal, colocar a mistura de ovos, farinha e açúcar.
  6. Levar ao forno a 180ºC (calor circulante) entre 30 a 35 minutos.
  7. Deixar arrefecer o bolo dentro do forno antes de desenformar e retirar o papel vegetal.


Este Pão-de-Ló é o que a minha mãe faz quase sempre por alturas da Páscoa (por vezes também gosta de experimentar outras versões da receita), até porque cá não costumamos fazer bolos com tantos ovos e açúcar.
Esta versão de Pão-de Ló não é daquelas que fica cremosa por dentro, mas a consistência é muito fôfa (usar uma farinha própria extra-fina) e ligeiramente húmida.

Convém que se forre a fôrma com papel vegetal (eu usei do normal antiaderente sem necessidade de untar porque o papel assim não se agarra nada ao bolo) ou então papel almaço, se não o Pão-de-Ló abate muito ao sair do forno.



31 de março de 2015

Bolo de banana e framboesa




2 ovos
80 gr manteiga
½ chávena de açúcar amarelo
½ chávena de farinha com fermento
¼ chávena de farinha integral
1 colher (chá) de fermento
1 banana grande
15 framboesas (aprox.)

 
  1. Bater a manteiga com o açúcar.
  2. Juntar os ovos, um a um, à mistura.
  3. Aos poucos, acrescentar as farinhas e fermento, batendo bem.
  4. Cortar a banana em rodelas, e as rodelas em metades, ou quartos.
  5. Envolver os pedaços de banana na mistura, sem mexer muito.
  6. Deitar o preparado numa forma de bolo inglês pequena, com papel vegetal a forrar o fundo.
  7. Pegar nas framboesas (congeladas ou frescas) e “afundar” uma a uma no preparado do bolo, aleatoriamente ou em linha.
  8. Levar ao forno a 180ºC durante cerca de 40 minutos.
 


Esta receita teve como inspiração o “Pão de banana e framboesa” do livro “Cozinha para quem quer poupar”, mas alterei algumas coisas, principalmente o facto de não esmagar as bananas, e também o uso de leite, porque ao usar a banana pisada o bolo fica mais massudo, e eu gosto de ver os pedacinhos da banana no bolo.





21 de março de 2015

Peitos de frango estufados com tomate e azeitonas





5 peitos de frango
Cebola picada
1 chávena de alho-francês em rodelas
2 dentes de alho
2 tomates
1 copo de vinho
1 copo de água ou caldo
½ chávena de azeitonas em rodelas
1 colher (sobremesa) de amido de milho
Manteiga de alho q.b.
Folhas de mangericão
Sal e pimenta q.b.
 
  1. Temperar os peitos de frango, com o sal e pimenta.
  2. Na panela de pressão, pôr um pouco de azeite, cobrir com a cebola, o alho-francês, o alho picado, tomate cortado em cubos e algumas folhas de mangericão picadas.
  3. Por cima dos legumes, colocar os peitos de frango e regar com o vinho branco e a água ou caldo.
  4. Fechar a panela de pressão, e levar a cozer entre 8 a 10 minutos.
  5. Depois de retirar a pressão, retirar os peitos para um tabuleiro de forno, e pincelá-los com manteiga de alho levemente derretida.
  6. Levar ao forno alguns minutos só para alourar.
  7. Num pouco de molho da panela, dissolver o amido de milho, e juntar ao resto do conteúdo da panela, levando de novo ao lume para engrossar o molho.
  8. Depois de desligar a panela, juntar as azeitonas.
  9. Servir o frango com o molho e arroz branco.


Cá em casa, os peitos de frango desossados e sem pele normalmente tinham como destino servirem para panados, pois normalmente em alternativa calha-me a mim o peito de frango quando se faz frango assado, enquanto que os restantes comensais preferem as outras partes do animal.

Depois de ter lido algumas receitas feitas com peitos de frango, resolvi experimentar e fiz umas adaptações criando esta receita, e que pelos vistos ficou ao agrado dos daqui de casa.